Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



Um convite a leitura

29/10/2007

Estou iniciando hoje, aqui, através da internet, o que posso chamar de uma nova relação com meus leitores, dos que gostam e dos que não gostam do que escrevo.

 

Este é meu primeiro comentário através da internet que, diariamente, será seguido por outros, de maneira ininterrupta, levando aos que tiverem a curiosidade de acessar o meu site, encontrar minhas opiniões, as mais sinceras, sobre os assuntos mais relevantes da atualidade, doa a quem doer, como sempre o fiz, buscando, acima de tudo, defender os interesses maiores da coletividade brasileira, notadamente dos mais oprimidos.

 

Meu comportamento, através dos comentários que faço semanalmente em A GAZETA, será sempre o mesmo. Sou, por tradição e por circunstância da minha formação, um adepto do direito, das liberdades individuais, da democracia, não dessa democracia que esse pessoal da esquerda petista insinua que defende, quando na verdade essa parcela de aventureiros defende um socialismo idiota, que tira a liberdade de todos nós.

 

Quero fazer tudo, mas tudo mesmo, para caminhar até o fim dos meus dias como jornalista independente, livre, absolutamente correto com tudo que faço, quer como jornalista, homem de empresa, chefe de família, brasileiro convicto de suas responsabilidades; serei firmemente honrado para dizer o que for verdadeiro, mesmo que seja contra minha pessoa.

 

Quero, entretanto, dizer que, acima dos meus interesses pessoais, estarão sempre os do meu Estado, do Brasil.

 

Sou por questões eminentemente de princípios pessoais contrário a esse tipo de “regime” que o Brasil ostenta, sob a chefia do “professor” Lula. Ponderável parcela da sociedade, principalmente aquela alimentada pelo Bolsa Família, está embevecida com as presepadas desse boquirroto fantasiado de presidente da República. O tempo vai dizer o quanto a Nação perdeu, elegendo esse esperto por duas vezes consecutivas. Uma, seria o bastante, para conhecer esse sabido e seu time de espertos, mas a sociedade que vota em Lula é igual a ele, tem os mesmos princípios, a mesma capacidade de raciocínio burro, sem objetivos, sem futuro, sem grandeza!

 

O que esta acontecendo com o Brasil será irrecuperável pelo espaço de 25 anos ou mais. Não tem preço o prejuízo que o país esta sofrendo com esse entrave ao seu desenvolvimento. Essa história de PAC, que esta sendo lançado como uma falácia no campo do desenvolvimento, faz parte de uma engrenagem mentirosa para enganar essa massa jovem que tanto aspira por oportunidades.

 

Um país com 38 ministérios e igual número de siglas partidárias, numa das mais vergonhosas distribuições de empregos públicos do mundo, não passa de uma nação infeliz, incapaz de se organizar, de estimular a geração com novas oportunidades, pela letargia que o emprego público  transmite ao cidadão, que se sente desestimulado, ganhando para não fazer nada...

 

É contra esse tipo de oportunismo governamental, essa falta de competência, que sempre me insurgirei, buscando mostrar à sociedade que ela pode ser independente, se buscar a educação, o trabalho produtivo, a coragem de dizer não a esse bando de trapalhões.

 

É preciso não ter medo, lutar pelo direito, repelir as ameças com coragem e determinação, dentro daquele processo: olho por olho; dente por dente...


Imprimir | Enviar para um amigo

Rumo ao precipício I

20/02/2018

NOTA – Você vai ler um comentário independente, sem enganos, sem mentiras. Se Você entender que não deva prosseguir com sua leitura, delete-o. Nunca suporte o que não gosta. Se não ler, vai perder a oportunidade de conhecer a verdade.

 

Qualquer decisão, agora, sobre candidatura a qualquer cargo eletivo  é uma perda de tempo. É preciso deixar chegar maio ou junho , para pensar melhor em um acerto de contas com o eleitorado. Ninguém sabe o que vai acontecer com o Brasil, politicamente falando...

 

Queiram ou não, o governador Paulo Hartung é um político hábil, esperto, sabe o terreno em que pisa e não se entusiasma muito com palpites alheios.

 

Não sei do por que, figuras “ilustres” da política querem arranjar um candidato à presidência da República para o sr. Hartung ser o vice, como se ele se meteria numa aventura dessa, tendo um aprendiz de populismo barato como o apresentador da Globo, Luciano Huck, neste caso estimulado pelo sr. Armínio Fraga que, parece, não entende muito de política. Antes, quiseram que o sr. Hartung fosse o vice na chapa que seria encabeçada pelo ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa. Dá para desconfiar de tantos oferecimentos.

 

Confesso, não sei como o Brasil, politicamente, estará em maio/ junho de 2018. A persistir a ladroeira política que aí está, mais ou menos “inabalável”, com os ladrões políticos aplicando os mais absurdos golpes para continuarem roubando, vai dar merda! Não tem um brasileiro consciente da situação atual que não prefira um golpe militar. É ruim? É horrível, mas todo mundo está querendo. Quando eu falo todo mundo, trata-se da maioria, porque numa roda de dez, sete pessoas querem o golpe, o que vai ser ruim, mas esse povo sair as ruas em protesto é capaz de tudo.

 

Estamos assistindo os criminosos do MST incendiando fazendas. Essa coisa vai chegar a um ponto que não tem condições do governo ou qualquer outra força segurar que os acontecimentos graves que estão sendo suscitados nas redes sociais não aconteçam.

 

Quem quiser levar o governador Paulo Hartung pelos caminhos que ele não deseja percorrer, perde tempo. O que ele vai ser mesmo é candidato à reeleição. Pelo que se comenta, seu concorrente mais sério será o prefeito de Vitória, Luciano Rezende, tido como candidato natural, já que todos que passam pela prefeitura têm pretensões ao governo do Estado. Uns com mais outros com nenhuma chance...

 

Acho que essa colocação em evidência do nome do governador Paulo Hartung como candidato a vice-presidente da República nas chapas dos possíveis candidatos Luciano Huck ou Joaquim Barbosa ou outro qualquer, não engrandece o governador. Por que vice? Não deveria ser ao contrário? Quem está conversando com o eleitorado brasileiro sobre tal assunto?

 

Estão querendo empurrar o governador para o precipício.  

 

 

FONTE: JORNAL A GAZETA

 

 

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo



1926 1925 1924 1923 1922 1921 1920 1919 1918 1917   Anteriores »