Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



Um convite a leitura

29/10/2007

Estou iniciando hoje, aqui, através da internet, o que posso chamar de uma nova relação com meus leitores, dos que gostam e dos que não gostam do que escrevo.

 

Este é meu primeiro comentário através da internet que, diariamente, será seguido por outros, de maneira ininterrupta, levando aos que tiverem a curiosidade de acessar o meu site, encontrar minhas opiniões, as mais sinceras, sobre os assuntos mais relevantes da atualidade, doa a quem doer, como sempre o fiz, buscando, acima de tudo, defender os interesses maiores da coletividade brasileira, notadamente dos mais oprimidos.

 

Meu comportamento, através dos comentários que faço semanalmente em A GAZETA, será sempre o mesmo. Sou, por tradição e por circunstância da minha formação, um adepto do direito, das liberdades individuais, da democracia, não dessa democracia que esse pessoal da esquerda petista insinua que defende, quando na verdade essa parcela de aventureiros defende um socialismo idiota, que tira a liberdade de todos nós.

 

Quero fazer tudo, mas tudo mesmo, para caminhar até o fim dos meus dias como jornalista independente, livre, absolutamente correto com tudo que faço, quer como jornalista, homem de empresa, chefe de família, brasileiro convicto de suas responsabilidades; serei firmemente honrado para dizer o que for verdadeiro, mesmo que seja contra minha pessoa.

 

Quero, entretanto, dizer que, acima dos meus interesses pessoais, estarão sempre os do meu Estado, do Brasil.

 

Sou por questões eminentemente de princípios pessoais contrário a esse tipo de “regime” que o Brasil ostenta, sob a chefia do “professor” Lula. Ponderável parcela da sociedade, principalmente aquela alimentada pelo Bolsa Família, está embevecida com as presepadas desse boquirroto fantasiado de presidente da República. O tempo vai dizer o quanto a Nação perdeu, elegendo esse esperto por duas vezes consecutivas. Uma, seria o bastante, para conhecer esse sabido e seu time de espertos, mas a sociedade que vota em Lula é igual a ele, tem os mesmos princípios, a mesma capacidade de raciocínio burro, sem objetivos, sem futuro, sem grandeza!

 

O que esta acontecendo com o Brasil será irrecuperável pelo espaço de 25 anos ou mais. Não tem preço o prejuízo que o país esta sofrendo com esse entrave ao seu desenvolvimento. Essa história de PAC, que esta sendo lançado como uma falácia no campo do desenvolvimento, faz parte de uma engrenagem mentirosa para enganar essa massa jovem que tanto aspira por oportunidades.

 

Um país com 38 ministérios e igual número de siglas partidárias, numa das mais vergonhosas distribuições de empregos públicos do mundo, não passa de uma nação infeliz, incapaz de se organizar, de estimular a geração com novas oportunidades, pela letargia que o emprego público  transmite ao cidadão, que se sente desestimulado, ganhando para não fazer nada...

 

É contra esse tipo de oportunismo governamental, essa falta de competência, que sempre me insurgirei, buscando mostrar à sociedade que ela pode ser independente, se buscar a educação, o trabalho produtivo, a coragem de dizer não a esse bando de trapalhões.

 

É preciso não ter medo, lutar pelo direito, repelir as ameças com coragem e determinação, dentro daquele processo: olho por olho; dente por dente...


Imprimir | Enviar para um amigo

O refluxo e o chiclete.

20/06/2019

 

Quando chegamos à casa dos 40, 50 anos, por aí, começam a surgir certas “macacoas”. Um pigarro, um “jeito” na coluna, o maldito calo que nos tira do sério e até um tal de refluxo. O que é refluxo? Dizem que é uma válvula que temos entre o esôfago e o estômago, que dilata, com a velhice e, como o velho as vezes come muito, entope o estômago, bebe muita água com alimento, por ficar muito sentado, ele reflui.

 

Faz algum tempo, me apareceu esse tal de refluxo e, invariavelmente, ele não avisa quando vem, com aquele acesso de tosse que parece não termina, incomoda os circunstantes.

 

Numa dessas viagens de avião, com minha mulher, comecei a sentir a garganta coçar e veio a tosse intermitente, atrapalhando o sono dos que costumam dormir no avião. A aeromoça veio com um pouco de água que, tomada aos goles, melhorou, mas persistia. Me virei para minha mulher e perguntei se ela tinha uma bala, para ajudar a enganar a tosse, mas ela retrucou: “Bala, não tenho, serve chiclete?” Me dê o chiclete, e passei a mastiga-lo e, surpreendentemente, a tosse passou...

 

Contra o refluxo, passei a utilizar o chiclete, até na hora de dormir, quando ele ataca mais. Tenho tomado alguns remédios, que uma dedicada médica me receitou mas, ela sabe, meu forte é o chiclete...

 

Outro dia fui convidado a participar de uma palestra, a ser proferida por um representante de um conglomerado chinês, até que o palestrante surgiu, acompanhado de uma senhora, que presumi, ser sua secretária. Antes da palestra, ele comentou que aquela senhora, que o acompanhava, estava pronta para intervir na sua palestra, se por acaso ele fosse acometido da tosse intermitente, provocada pelo refluxo, que ele perseguia um remédio ou uma operação para suavizar o problema.

 

Virei para o representante dos chineses e disse que ia lhe dar um “remédio caseiro”, caso ele quisesse fazer seu pronunciamento sem interrupção, pelo refluxo. O homem ficou exultante e declarou que gostaria muito de experimentar. Tirei uma cartela de chiclete do bolso, dei-lhe dois tabletes e pedi que os mastigasse e procurasse falar fazendo uso da mastigação, de forma imperceptível.

 

O homem fez a palestra sem interrupção, em momento algum dando a parecer que tinha um problema, só que, de vez em quanto mastigava o chiclete, mas de forma sutil...

 

Terminada a palestra o homem me procurou. “Quero agradecer sua ajuda. Como o senhor descobriu que o chiclete neutraliza a tosse?” Respondi-lhe que o mascar chiclete provoca saliva e, a saliva ajuda a manter o fluxo do espasmo do refluxo de volta ao estômago e seu uso elimina a tosse desagradável. O homem ficou maravilhado com a descoberta e me convidou, quando quisesse, ir à China, como seu convidado.

 

Quem quiser fazer uso do chiclete no refluxo, pode usar a vontade. Não tem contra indicação.

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo



2169 2168 2167 2166 2165 2164 2163 2162 2161 2160   Anteriores »