Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



O Mesa Brasil.

09/01/2017

 

NOTA– Você vai ler um comentário independente, sem enganos, sem mentiras. Se Você entender que não deva prosseguir com sua leitura, delete-o. Nunca suporte o que não gosta. Se não ler, vai perder a oportunidade de conhecer a verdade.

 

Por falta de educação, meios de transporte adequado entre a fonte de produção e o consumo, ganância do atravessador (aquele que adquire a produção de produtos alimentícios barato para obter grandes lucros) e a falta de uma distribuição adequada em pontos de venda, promovem o desperdício 30% dos alimentos produzidos no Brasil, que se perdem, apodrecem, vão para o lixo, sem que atinjam seus objetivos sociais.


Com base no conhecimento do desperdício de 30% da produção de alimentos no Brasil que foi instituído no SESC, através da visão humanitária do presidente do seu Conselho Nacional, o capixaba Antonio Oliveira Santos, também presidente da CNC e do Conselho Nacional do Senac, a nível nacional, sob o comando do Departamento Nacional do SESC, o Programa Mesa Brasil, o maior empreendimento social da América Latina, mantido e administrado pelo empresariado do comércio e que se estendeu  por todo o país e se transformou num espetáculo no campo da Assistência Social, contando, aqui no Estado do Espírito Santo com a participação da CEASA e de dezenas de produtores hortifrutigranjeiros das nossas montanhas e outras regiões, que doam suas sobras de produção para o sucesso do programa que está sendo realizado há mais de dez anos, com impressionante sucesso e eficiência em todos os estados brasileiros, sob o comando do SESC.


Recentemente, o SESC, através do seu programa Mesa Brasil firmou parceria com a empresa BRF, responsável pelas marcas Sadia, Perdigão e Qualy, para distribuição de 250 mil chester entre famílias atendidas em instituições sociais cadastradas no Mesa Brasil – SESC em todo país.


A ação fez parte da campanha da Perdigão, “No coração sempre cabe mais um”. De 1º de novembro até 24 de dezembro último, a cada chester vendido, outro foi destinado à doação. A campanha foi lançada em São Paulo em novembro com a presença de representantes da BRF, do, diretor geral do Departamento Nacional do SESC, Carlos Artexes Simões, jornalistas e artistas.


Amazonas, Bahia, ceara, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato grosso, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rio de Janeiro e São Paulo foram os estados por esta parceria com o SESC, responsável pela logística de distribuição do alimento com as famílias carentes.


O trabalho desenvolvido pelo Mesa Brasil, no Espírito Santo em parceria com a CEASA, pela sua pontualidade na entrega de alimentos às famílias assistidas tem se tornado num instrumento valioso pela permanência e objetividade com que é realizado, por um grupo de técnicos em nutrição que fazem parte do corpo de servidores do SESC que atua dentro da CEASA.


É o trabalho social mais importante e silencioso realizado no Brasil.



 


Imprimir | Enviar para um amigo