Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



Onde o Estado Cresce.

17/01/2017

 

NOTA– Você vai ler um comentário independente, sem enganos, sem mentiras. Se Você entender que não deva prosseguir com sua leitura, delete-o. Nunca suporte o que não gosta. Se não ler, vai perder a oportunidade de conhecer a verdade.

 

Em recente manhã encontrei-me com o empresário Ruy Baromeu, ex-prefeito de São Mateus, minha terra, e um dos maiores batalhadores pelo seu desenvolvimento.


Foi Ruy Baromeu responsável por me convencer a construir um importante estabelecimento de ensino, pelo SESC, em São Mateus, que abriga hoje seiscentos alunos e se constitui num dos mais atrativos centros de cultura do município.


Desenvolvimentista, impertinente naquilo que faz, pela pressa que tem, como se o mundo fosse acabar amanhã, o grande salto que São Mateus teve, durante sua história no campo econômico, se deve a Ruy Baromeu. Ruy era uma espécie de protegido ( e afilhado do político baiano Antonio Carlos Magalhães) a quem chamava de “meu padrinho”, que eu assisti fazê-lo e, foi pelas mãos de Antonio Carlos Magalhães, quando senador pela Bahia, que mandava no Brasil, que Baromeu conseguiu a extensão da ação da Sudene até o meu município(Norte do Estado).


No começo duvidava-se que a Sudene pudesse ter alguma influência no desenvolvimento da área que tem  influência no Norte capixaba mas, com o passar do tempo, o município de São Mateus vem ganhando no Estado uma dimensão surpreendente, no campo econômico, ultrapassando os demais municípios do Estado em níveis de desenvolvimento social.


Esta história que estou contando a respeito de Ruy Baromeu vem a propósito das últimas eleições ocorridas para prefeito do meu município. Não sou eleitor de São Mateus, mas sou filho dali e sofro com o que lhe acontece de ruim e vibro com o que acontece de bom. Quando foi extraído o primeiro barril de petróleo ali, o então prefeito Wilson Gomes surgiu na redação de A GAZETA com um frasco cheio de petróleo cru, para me dar, como presente. São Mateus era o pioneiro na exploração de petróleo no Estado.


Dono de uma cadeia de hotéis, rádios, TVs, um inveterado construtor e “vendedor” de ideias, o político Ruy Baromeu, com a política no sangue, com um excelente professor, como Antonio Carlos Magalhães, não quer saber mais de política mas se quiser conversar com ele, ficar ouvindo o que fala, tem que ser política, onde percorre com impressionante vivacidade sobre inúmeras figuras.


Baromeu, que se encanta com o desenvolvimento de São Mateus, no campo da indústria, acha que o governo deveria influenciar o agronegócio, devido as excelentes condições agricultáveis do município para onde chegou com um ano  de idade e se tornou em um dos seus grandes benfeitores.

 

 

FONTE: JORNAL A GAZETA

 


Imprimir | Enviar para um amigo