Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



Bolsonaro assusta

06/08/2018

 

Dizem os tolos vivemos numa democracia. Lá do Maranhão vem a notícia de que o senador Eunicio de Oliveira é candidato à reeleição: o filho de Sarney também é candidato à reeleição e, mais uma, a filha do Sarney, Roseana Sarney, devido a, muitas insistências, vai se candidatar de novo a governadora do Estado.

Se correr o bicho pega. Se ficar o bicho come. Não existem meios e modos de se domar a política nacional. Não se vislumbra uma melhora, uma coisa nova e, no meio dessa desfaçatez toda, surge o Bolsonaro que, parece, encanta todo mundo por onde passa, por prometer transformar o Brasil num país respirável, sem podridão política. Será?

Vejam, uma corja sai de um posto e entra no outro, sem concorrente, exatamente porque, quem é sério não tem a necessária coragem de se juntar a essa gente... Não tem oportunidade.

A trajetória fulgurante de Bolsonaro, assusta, mete medo, porque o homem, com sua determinação, vai querer eleger o maior número possível de companheiros do seu partido, para o Congresso Nacional, onde já dizem, ele chegando no Palácio do Planalto, está perdido nas mãos da oposição, que não vai lhe dar trégua.

Não adianta se espantar. O dono do coxo é quem tem a chave do cofre na mão. Pode ser no começo que os que lhe são contrários, sejam hostis, mas, na realidade, estão esperando o convite para a mesa...

A imprensa nacional, até os jornalecos vagabundos da América Latina, baixam o pau, sem dó nem piedade no lombo do Sr. Bolsonaro, por entender, está nascendo um começo de mudança na política nacional, com os cortes aos interesses pessoais, aos empréstimos de recursos, tipo Lula e Dilma, para grandes empresas.

Desafiando seus opositores, viajando nos aviões da carreira, recebendo os aplausos de multidões, Jair Bolsonaro, pelo retrato da tranquilidade ao meio do povaréu entusiasta com sua candidatura, um negócio mais ou menos inédito no Brasil, com a campanha eleitoral de Fernando Collor mas só que Bolsonaro é uma pessoa totalmente diferente, quer solucionar os problemas nacionais, não aceitará roubalheiras. Vamos confiar nele. Uma chance, por favor.

Não sei como se comportará o eleitorado do Maranhão, com tanta gente ordinária querendo se revezar em cargos públicos. No Maranhão, os governantes anteriores são tão ruins, a começar por Roseana Sarney, se eleita for, continuará fazendo a mesma coisa, porque o Brasil, realmente, não tem jeito.

A ausência de candidaturas novas é sentido por todos estados brasileiros, daí o sucesso de Bolsonaro para a Presidência da República.

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo