Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



A burrice nos comanda.

12/05/2021

 

Toda sociedade brasileira, desde os primórdios que antecederam à nossa independência Política, social e econômica, vive sob a égide de uma Nação Agrícola, fornecedora de alimentos para o mundo, dominando, especialmente, a produção de café e açúcar, importando quase tudo, para suprimento de suas necessidades.

 

Manobrados por uma maioria de “inteligentes” do nosso Congresso Nacional fomos impedidos de produzir automóveis, máquinas diversas para nosso desenvolvimento, computadores, para nos manter atrasados, exportando commodities agrícolas e minerais in natura e, até hoje, lastimavelmente, festejamos o brutal lucro da Vale, na exportação de minério, in natura, pela falta de capacidade de montar-se usinas para seu beneficiamento, para permitir a quem importa nosso minério, devolve-lo como produto acabado, a peso de ouro. Quando se estabeleceu a pandemia provocada pelo coronavírus, a ferro que importamos teve uma elevação de 100%, e nossos produtos agrícolas tiveram estupenda baixa.

 

A nação essencialmente agrícola de outrora, continua essencialmente agrícola, mas para exportar commodities in natura. Somos os maiores produtores de soja, depois dos Estados Unidos, mas vendemos nosso produto sem qualquer processo de industrialização, para seus subprodutos alimentarem porcos e galinhas produzidos nos países importadores.

 

Somos o berço da burocracia. Sustentamos a maior casta de servidores públicos do mundo, cobrando 34% de impostos de quem produz para sustentar bandos de parasitas. A mais cara Administração Pública do mundo, com milhões de servidores. Que raios de país é este, onde quem melhor vive é a casta de servidores públicos?

 

Temos um batalhão de 14 milhões de desempregados e em torno de 40 milhões de pessoas na informalidade, porque não podem ou não aceitam pagar os impostos que lhe são cobrados. Não se sabe sob que mágica, o empresário sobrevive numa nação que cobra três vezes mais impostos do que qualquer outra do mundo. Por que somos tão burros?

 

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo