Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



No brasil de Bolsonaro

13/12/2018

 

Vez por outra digo que o Brasil é um país suigeneris, único em toda face da terra a ter coisas que os demais não têm, como o caso dos ministérios, até do faz de contas, uma penca deles e, interessante, o sujeito que passa por lá, faz questão de ser chamado de ministro até no necrológio.

Discute-se, agora, sobre o ministério do presidente eleito, Jair Bolsonaro, os que devem ou não devem ser extintos. Por que ministério e não secretarias?

Agora mesmo cria-se uma celeuma diante da determinação do sr. Bolsonaro em extinguir o Ministério do Trabalho e Emprego. Para o presidente eleito o Ministério do Trabalho é nada mais, nada menos do que uma espécie de “sindicato” para defender interesses dos trabalhadores, deixando os patrões de fora...

Sobre o país suigeneris em que vivemos, tenho acrescido de que, ele tem a pior justiça ( e a mais cara) do mundo; a mais devassa e ordinária classe política da face da terra; 72% de analfabetos funcionais, incapazes de entender ou explicar o que leram em dez linhas de uma coluna de jornal; desgraçadamente, somos o país mais corrupto do mundo, onde a média de assalto aos cofres públicos está na ordem de 17% do PIB, enquanto nos demais países de economia desenvolvida a corrupção chega à média de 3% do PIB.

Outro dia uma empresa, com perto de 200 empregados como motoristas e ajudantes de caminhoneiros, batia às portas da Justiça para recorrer de uma multa que lhe foi imposta e que chegará ao valor de R$170.000,00 por não ter sua empresa 5% de portadores de deficiência. O empresário explica que não pode botar em seus veículos, como motoristas, pessoas com deficiência física, auditiva ou visual por se tratar de um trabalho perigoso, cuidadoso. A fiscalização do MTE multou e não aceita os argumentos do empresário.

Outro caso é de uma senhora que tinha um centro de Yoga e foi obrigada a colocar uma rampa de acessibilidade para seus alunos deficientes. Explicou que, por circunstâncias naturais, o deficiente físico não pode fazer Yoga. A perseguição foi tanta que fechou seu estabelecimento. Passou a atender seus yogas em casa. No chamado Centro Histórico de Vitória, capital do Estado, vários estabelecimentos comerciais fecharam seus portas porque não existem condições de instalação de banheiro para deficientes físicos e muito menos provadores de roupa para deficientes, rampa de acessibilidade ou atendimento às normas estabelecidas pela ABNT para equipamentos de combate a incêndio.

Se o presidente eleito, Jair Bolsonaro, com sua caneta, capacidade de movimentar as massas através das redes sociais de comunicação, derrubar, extinguir 10% dessas aberrações nacionais (50% seria um milagre e eu não acredito em estultices...), vou admitir que o presidente realmente teve capacidade para demolir uma burocracia maldita que veio desde o descobrimento, com os cartórios, que só no Brasil existem, por exigências da justiça.

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo

A raça humana

12/12/2018

 

Certa feita escrevi aqui, onde afirmei que não acreditava em nada de sobrenatural (Deus, santos, profetas os mais diversos, alma do outro mundo, mula sem cabeça e espiritismo). Surgiu uma mulher para dizer todos desaforos, até impublicáveis, sobre minha conduta, defendendo um tal de João de Deus, lá de Goiás, que embrulhava tudo que é trouxa com suas idiotices de “operador via espiritismo”, onde veio a falecer, em suas mãos, um grande amigo que, movido pela tragédia de uma leucemia, foi aconselhado a se tratar com o curandeiro, vindo a falecer.

O brasileiro, comumente, lê pouco e fala demais, o que deve e o que não deve. Tenho lido umas asnices sobre escravidão no Brasil, realmente uma tragédia acometida conta aqueles que vieram ajudar no desenvolvimento da economia nacional, principalmente o plantio de cana de açúcar e a fabricação de farinha.

A raça humana é uma só e ela teve como matriz uma negra africana, daí para frente, um negócio de seis milhões de anos, mais ou menos. Roland Oliver, em sua “Experiência africana” – Da pré História aos dias atuais – nos relata: “Parece, em última análise, que todos nós pertencemos à África. O Jardim do Édem, no qual nossos ancestrais se separaram gradativamente de seus parentes mais próximos do reino animal, se situa quase certamente no planalto interior da África Oriental”, ressaltando...” até cerca 1,5 milhões de anos atrás, a espécie humana viveu num Éden que abrangia principalmente as savanas altas entre a Etiópia e o Cabo. A partir deste período, o Homo erectus começou a se espalhar sobre grande parte das áreas tropical e subtropical do Mundo Antigo, desde a África meridional, na direção da Etiópia meridional e da Ásia meridional e do sudeste.

Vários fatores, principalmente a escassez de alimentos e as guerras tribais, por questões eminentemente religiosas, provocaram as diásporas africanas, responsáveis pela povoação do mundo e a multiplicidade de povos os mais diversos, mas sempre, é bom frisar, a raça humana é uma só.

Se o brasileiro médio se interessar realmente pela história, principalmente dos povos africanos, vai entender, lendo “Francisco Felix de Souza” – O Mercador de Escravos, de autoria de Alberto da Costa e Silva, como se processavam os aprisionamentos de africanos feito escravos pelos seus próprios povos, divergentes em termos religiosos e culturais, com objetivo de ganhar dinheiro, exportando-os para variados países, sendo o Brasil, em início de colonização pelos portugueses e espanhóis, depois holandeses e franceses, precisou do braço africano escravizado pelos seus próprios irmãos, sendo que Francisco Felix de Souza, um baiano, foi o maior negociante de escravos do mundo.

Muito importante para conhecer a história e ler o Dicionário da Escravidão e Liberdade, de autoria de Lilia M. Schwarcaz e Flávio Gomes, para não sair dizendo asneiras por aí.

Tenho, entre amigos, numerosos negros. Amigos de verdade. Parem com estúpidas divisões e insinuações que não constroem nada. A raça humana é uma só.

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo



« Recentes   2074 2073 2072 2071 2070 2069 2068 2067 2066 2065   Anteriores »