Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



Abaixo a bandeira Sua.

29/05/2021

 

Questão de cidadania. Recebi de diversas pessoas, indignadas, para que escrevesse com objetivo de protestar contra a abusiva exposição da bandeira da Suíça no lugar da Bandeira Brasileira no mastro do aeroporto “Eurico de Aguiar Salles”, de Vitória, postada ao lado, apenas, a do Espírito Santo.

 

Velho adágio: “Na terra de cego, quem tem um olho é rei”. Conheço alguns países onde o símbolo da cidadania dos seus povos é sua bandeira, como os Estados Unidos, o Japão, a China, a Alemanha, a Espanha, Canadá e até mesmo a sofrida Argentina. A falência da nossa cidadania nos tempos do PT, foi um crime.

 

Aplaudo, fervorosamente o extraordinário esforço do presidente Jair Messias Bolsonaro em recuperar a estima do povo brasileiro pela sua perdida noção de cidadania. Desde o governo de Garrastazu Médici que não assistimos espetáculo igual. Sou do tempo em que, no pátio do Grupo Escolar no meu São Mateus, o peito arfava, as lágrimas rolavam quando os alunos entoavam o Hino Nacional ou o Hino à Bandeira. Tenho consciência de que, meus pais nos ensinaram amar o Brasil, sua Bandeira, seu Hino, de nos sentirmos orgulhosos do país em que vivíamos, que nos viu nascer.

 

Conheço a consciência dos suíços. Sei como gostam do seu pequeno território, como gostam de ser neutros, de viverem suas vidas, pouco se importando com os demais. Cada terra tem seu uso, mais não aceitarão jamais, outra bandeira tremulando no lugar da sua.

 

Protesto, veemente contra a estupidez de concessionários suíços em não hastearem a Bandeira Nacional no Aeroporto de Vitória. Tem que ter uma autoridade que os obrigue e, não tendo uma autoridade civil competente neste estado, apelo para o meu Exército, que faça ser obrigado, em terras brasileiras o hasteamento da Bandeira Nacional em um próprio público. Na minha propriedade tenho três mastros de bandeira, onde jamais permitirei que se levante uma bandeira, acima da brasileira.

 

Aconselho os concessionários do Aeroporto de Vitória a não se fingirem de tolos, bestas, porque a ousadia tem um preço muito grande, quando se brinca com orgulho e cidadania das pessoas.

 

O Brasil está mudando, graças a Bolsonaro.

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo

Lula, FHC e o pastel do Ariel.

28/05/2021

 

Pelo que sei, estudei, li e reli, a mais importante descoberta a verdadeira revolução da humanidade, foi a roda. Achados atestam que há 300mil anos ela servia para apoio de uma táboa, certamente feita de argila cozida, para transportes de pequenas coisas.

 

Se olharmos ao nosso derredor vamos encontrar a roda nos mais variados objetos, até no corpo humano...

 

Na década de 80 o filho mais velho, médico, Dan Mendonça, dizia para mim que, depois da roda, o instrumento mais importante foi a internet e, confesso, botava dúvida e ele acentuava: você vai ver. Foi dito, foi feito. Quem me incentivou foi ele, a criar o blog www.uchoademendonca.jor.br  onde escrevo todos os dias, e que me proporciona um estupendo contato com leitores e amigos, tem sido através da internet, o que me surpreende, com alguém lá num ponto tão distante do mapa mundi, falar sobre o que escrevo. Quando comecei a espinafrar contra a destruição da Venezuela, quando a governava, o porcalhão Húgo Chávez, uma bateria de e-mails me bombardeou contra meus escritos, até com ofensas e ameaças pessoais. Enfrentei um a um, passando-lhes descomposturas, tipo Olavo de Carvalho ou Bolsonaro fazem com seus detratores.

 

Outro dia estive em Ibiraçu, vindo de Aracruz e fui tomar um caldo de cana. Quando me dirigi ao caixa, perguntei onde estava o proprietário, e o caixa me perguntou: “Ariel”? aquiesci que sim, ele mesmo. “Ele não está. Fica no escritório, perto daqui. Só com ele”? – Minha intenção era dar-lhe um abraço. Já comprei algumas peças antigas com ele, até um sino.-

 

O caixa pegou o telefone e falou com o sr. Ariel que tinha uma pessoa que há muito tempo não o via. Ele tapou o fone com a mão e me perguntou: “Como é seu nome”? – Uchôa de Mendonça – O Ariel, com quem o caixa falava, pediu que eu esperasse e, dentro de poucos instantes estava ali. Vinha de braços abertos, para me abraçar. Sentamos numa mesa, me ofereceu café e ao meu companheiro, Josinei e ficamos ali proseando, até que ele saiu com essa: Há muitos anos não te vejo. Uns 30, mas te acompanho todos os dias através o seu blog. A internet facilitou tudo! Foi quando me lembrei da advertência do Dan, com a segunda revolução, depois da roda...

 

Ainda tem pessoas, metidas a donas do mundo, que imaginam que a internet não existe, como a classe política, notadamente os presepeiros, tipo Lula, Dilma, Fernando Henrique, um bundão, que cometem suas trapalhadas e esquecem de que tudo fica registrado para uma posteridade.

 

Vejam o caso recente praticado pelo decrépito FHC que, no desesperado afã de puxar o saco de Lula, declarou que seu partido, o PSDB vai ter candidato próprio à presidência da República, mas, se Lula e Bolsonaro ficarem para disputar o segundo turno, seu partido apoiará Lula.

 

O negócio é o chamado miolo frouxo ou a cabeça de pote, sem conteúdo dentro. Quando Geraldo Alckmin foi candidato à presidência da República e obteve, para felicidade nossa, 4,7% dos votos, o “professor” FHC declarou que o PT tinha destruído o Brasil, roubado impiedosamente, enumerando a Petrobras e as empresas estatais delapidadas pelo petismo lulismo e, na véspera quase beijou Lula, prometendo um apoio pessoal e do seu partido num provável segundo turno em 2022.

 

Bolsonaro vai se reeleger com impressionante maioria; o lulismo petismo vão morrer junto com FHC e todos aqueles traidores da pátria que, além de ladrões contumazes, querem o fim da liberdade dos brasileiros, com a implantação do comunismo.

 

 

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo



« Recentes   2524 2523 2522 2521 2520 2519 2518 2517 2516 2515   Anteriores »