Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



Boneco de ventríloquo

22/08/2019

 

Passou por aqui, servindo como boneco de ventríloquo do ex-governador Paulo Hartung e “inflado” por Fernando Henrique Cardoso, o animador da TV Globo, Luciano Huck, como projeto do PSDB à presidência da República. Não sei como esses seres extintos da política nacional imaginam como será o eleitor daqui pra frente com o governo de Jair Messias Bolsonaro se iniciando, provocando uma revolução tão grande no cenário político brasileiro, que é a desmontagem de todo processo de má gestão administrativa aliada ao mais violento sistema de corrupção montado na América Latina desde o descobrimento.

Tivemos o desmonte de 50% da classe política, quando da eleição de Bolsonaro para a presidência da República. Vamos ter um desmonte tão grande nas próximas eleições que se assemelhará muito a uma epidemia de febre amarela, que dizimou milhares de vidas, em tempos recentes.

Um bom sinal de prudência deu, agora, com o governador Renato Casagrande, ao afirmar: “Se eu puder, não disputarei” novo mandato, o que é muito prudente de sua parte, devido ao grave equívoco cometido na sua eleição para governador, se aliando à pior esquerda e fazendo com que o eleitorado se sinta por ele, ludibriado.

Enfraquecido, passando por uma indigência de representatividade, depois que abandonou seus velhos companheiros à má sorte, Paulo Hartung, pode ser que me engane, não terá voto, além do seu, para eleger mais ninguém, porque todos irão lembrar que ele não foi correto com os velhos companheiros que, jamais, se alinharão a ele, a não ser que sejam burros ou inconsequentes, também.

No caso do sr. Luciano Huck, servindo de boneco de ventríloquo, na condição de empurrado pela TV Globo para o sacrifício, não suportará os embates da campanha para um nível tão elevado. O Brasil não está precisando de apresentador de TV, de quem faz caridade com o bolso do patrocinador de seus programas, mas de alguém que está pensando no futuro. Não vou dizer que o presidente Jair Bolsonaro seja o melhor dos mundos, mas está sendo o melhor, desde que esta nação foi descoberta. Pelo menos está extinguindo com todas patifarias montadas, desde que o país foi transformado na República dos Aproveitadores.

Haja corrupção...

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo

A vida alheia III

21/08/2019

 

Velhos aforismos: “Macaco, olha o teu rabo”. “A língua é o chicote do corpo”. A lembrança de velhos ditos populares vem a propósito das preocupações de certa imprensa com parentes não políticos, do presidente da República.

 

Recente, descobriram que a avó da mulher do presidente Bolsonaro estava à espera de vaga numa maca no corredor de um hospital, dando a entender que a neta e muito menos o presidente deram importância à enferma, como se fosse desconhecida. Depois, a imprensa, curiosa, descobriu a pouca afeição da neta pela avó, que tinha sido processada por tráfico de drogas.

 

Pressionado pela imprensa para responder às perguntas, do porque a avó de sua mulher estava na fila da internação hospitalar, numa maca no corredor e se a velha tinha mesmo sido condenada por tráfico de drogas, o presidente, embora contrariado, respondeu que sim.  O que tinha a ver com isso, que pode acontecer a qualquer um. ”E que ele fora incapaz de pedir ao hospital tratamento especial para a vó da sua mulher, quando todos esperam sua vez?”. A confirmação do presidente, a resposta rápida a todos pedidos de informações, sobre o assunto, não deixaram dúvidas de que estamos diante de um presidente diferente, que não deixa pra depois as respostas que devam ser respondidas, muito embora qualificadas de má fé, quando a política nacional está cheia de casos aberrantes de favoritismo, proselitismo, imoralidades e corrupção.

 

A imprensa perde o necessário escrúpulo quando ingressa na intimidade de pessoas, de famílias que, por estarem em posição importante no contexto social, ou político, são alvos da ação dos piores inimigos, sempre numa suposição de que seus rabos estão bem escondidos, mas o macaco, ao lado, pode puxá-lo a qualquer momento...

 

Se você não tiver a dignidade de tratar a vida alheia com a necessária isenção, respeito, escrúpulo, não poderá reclamar se amanhã estiver sujeito às mesmas críticas. Lembrem-se de que, o mundo é redondo...

 

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo



« Recentes   2200 2199 2198 2197 2196 2195 2194 2193 2192 2191   Anteriores »