Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



Ligação negligenciada.

18/09/2018

 

Outro dia uma amiga, diante do quadro de risco da Segunda Ponte sobre a Baía de Vitória, paralela à Cinco Pontes ou Ponte Florentino Ávidos, teve uma expressão de espanto, diante dos fatos apresentados pelas redes sociais, as fissuras na sua estrutura, exclamou: “Eles são Loucos! Nossos dirigentes são irresponsáveis. São Loucos!”

 

Diante do quadro, da deterioração da importante via, por falta de manutenção, paíra uma indagação: de quem é a culpa? Do Governo do Estado, da Prefeitura ou do DNIT?

 

Ninguém sabe. É a velha história: em matéria de mais ou menos, não há nada como ora veja...

 

A ponte está caindo. Vai cair, se não ocorrerem reparos rápidos. A ponte, pelo crescimento da região é importante, essencial, não pode sofrer paralização e, se parar por alguns dias, vai acasionar uma tragédia. Ninguém vai morrer por isso, mas vai criar um prejuízo muito grande à sociedade, a quem precisa passar de um lado para outro, para trabalhar.

 

O chamado patrimônio público está entregue às baratas. Cada prédio público é, indecentemente mal tratado, dá a impressão que tudo isso é feito de propósito, negligenciado pela mais completa ausência de capacidade administrativa, mas todos os dias a imprensa notícia, com impressionante sofreguidão, que esta ou aquela repartição recebeu autorização para realizar concurso público para tantas vagas, com salários altamente atrativos, como se saísse do bolso do governo o dinheiro, que chove no seu quintal, para pagar a conta que o povo contribui através de pesados impostos.

 

Tem mais de ano que a imprensa da cidade mostra a negligência como nossas vias públicas são maltratadas, num atestado eloquente de ausência de administração.

 

As reportagens de A GAZETA, através do jornal e da TV, mostrando os graves problemas com a segunda ponte apontam uma tremenda responsabilidade das autoridades que, parece, pouco estão ligando para os fatos, os problemas.

Quem se atrever passar sobre a Segunda Ponte (Ponte do Príncipe), entre seis e dez horas da manhã vai saber como ele é importante para a região. Pela parte da tarde, após as 17 horas, no sentido contrário, em direção a Cariacica ou Vila Velha, é que vamos saber a tragédia que se abaterá sobre a região se o trânsito ali for suspenso por tempo indefinido, já que no Brasil as obras públicas não têm prazo para começarem e muito menos para acabar.

 

Tem até autoridade dizendo que a imprensa está exagerando, que não vai acontecer nada com a ponte, ela está sólida e precisa de mínimos reparos.

 

Realmente eles estão loucos (os políticos).

 

 

FONTE: JORNAL A GAZETA

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo

O Estado sob ameaça.

17/09/2018

 

É muito difícil explicar as razões que levaremos muitos e muitos anos para que a sociedade brasileira possam repelir com firmeza esse tipo de política selvagem, corrupta, nefasta que promovem nossas chamadas autoridades públicas. Precisamos ardentemente de educação, para podermos nos situarmos num mundo decente, civilizado.

O país tem atravessado maus momentos, com a incapacidade gerencial de seus dirigentes. Fico imaginando como pode, por exemplo, o sr. Luiz Inácio Lula da Silva, renomadamente analfabeto de pai e mãe, um boçal por excelência, se atrever a peitar as mais altas autoridades da Justiça, o país inteiro, de dentro de uma prisão, onde foi condenado a 12 anos e mês de detenção, por crimes de corrupção e outros processos mais graves em andamento, se arvorar candidato à presidência da República, totalmente inelegível, colocando em dúvida, em cheque, tudo que é de mais importante em termos de segurança, de respeitabilidade de uma nação, como se ele fosse um semideus, quando na verdade foi um dos mais inconsequentes governantes, que nunca deveria ter sido eleito e, pasmem, levou no “papo” as mais responsáveis (?) autoridades, os mais importantes empresários, envolvendo-os num dos mais indecentes processos de corrupção do mundo, julgado em segunda instância e, assim mesmo, se atrevendo estar acima dos mais elevados interesses nacionais.

O que é impressionante nessa história toda de Lula e seus asseclas é como nossas autoridades se sentem intimidadas. Como permitem que ele se atreve a ser dono de uma verdade que jamais poderá existir?

Na verdade, não me impressiona a audácia de Lula, porque se trata de um irresponsável, um imbecil sendo utilizado por um sistema político autoritário que dominou a América Latina, que parece intimidar as autoridades que se colocam no mesmo nível desse boquirroto. O que, me impressiona é nossa tremenda falta de justiça seria!

Lula pode, com seu poder de pressão imundo, provocar uma grande ruptura no frágil sistema de governabilidade nacional? Pode. O sistema judiciário será altamente afetado na sua dubiedade. Não se pode avaliar hoje o que irá acontecer amanhã.

A fragilidade com que tem agido a Justiça, suas decisões estapafúrdias, no tocante à forma com que agem acerca de certos tipos de prisioneiros, tipo Lula, é uma temeridade. Estamos sendo observados pelos olhos do mundo como uma nação de irresponsáveis, o que é de certa forma muito grave, porque nos iguala a nações como Venezuela, Cuba, Guatemala, Bolívia e tantos outros de má fama.

O que Lula está fazendo de dentro de uma prisão é um ultraje aos mais baixos princípios de decência que devem nortear uma nação.

 

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo



« Recentes   2031 2030 2029 2028 2027 2026 2025 2024 2023 2022   Anteriores »