Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



Em defesa da Polcia Militar.

14/05/2021

 

Jacarezinho tem filial no Espírito Santo. Estamos assistindo, não é de hoje nem de ontem, os mais grosseiros espetáculos de bandidagem no Estado do Espírito Santo, com grupos de traficantes, trepados nas favelas, desafiando a ação da polícia que, em muitos casos, por determinação do ministro Fachin, está proibida de subir aos morros para deter a criminalidade, que se transformou dona de grandes facções, poderosamente armadas.

 

Deve ser por medo, não existe outro motivo, que certos tipos de autoridade proíbem ação policial armada nos morros, para caçar bandidos, como se eles fossem bons moços, estivessem “trabalhando” de forma honrada, para o deleite de seus comandados, muito embora atormentem as comunidades onde se homiziaram.

 

A defesa que fazem autoridades dos bandidos que foram mortos na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, onde Cabral, o ex-governador, maior ladrão de cofres públicos de toda história da vida brasileira, com seus “colegas”, fossem santos homens, da maior reputação da bandidagem...

 

No último dia 7, uma sexta-feira, no município da Serra, na Grande Vitória, no bairro Cidade Pomar, onde bandidos incendiaram ônibus, carros, transformando a região numa verdadeira praça de guerra de traficantes, tudo porque a Polícia Militar matou o criminoso Wanderson de Araujo Soares, provocando a revolta dos seus comparsas. Para os defensores dos marginais, os policiais deveriam deixar que os matassem, mas poupassem os bandidos...

 

Tem quem defenda que a polícia deva andar desarmada; tem quem seja contrário à venda de armas, por ser um perigo, mas o bandido pode ter os mais pesados armamentos, mais modernos do que os da polícia.

 

O caso da defesa dos marginais mortos na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro chega a ser vergonhoso, imoral. Que raios de Polícia Militar que não pode matar bandidos? Quando os bandidos matam policiais, civis desarmados, expulsam moradores, mandam fechar atividades comerciais. Isso é o que? Ou a sociedade apoia a ação dos policiais militares ou estamos perdidos.

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo

Avaliao prematura.

13/05/2021

 

Não se avalia ainda como ficarão esses governadores, prefeitos, sob o impacto do Berro de Liberdade do 1º de Maio de 2021 em favor de apoio explícito ao presidente da República.

 

Aqui no Estado do Espírito Santo, não sei explicar como, o governador Renato Casagrande, depois de uma péssima administração, anterior, conseguiu se eleger em outro mandato, a despeito de toda suas ruindades administrativas, para se transformar num “adepto” do regime comunista, até importando companheiros para ajudá-lo nas suas tarefas administrativas, sem qualquer vocação para o trabalho, sendo que, convidado foi preso no ato da posse e outros se escafederam, premidos por circunstâncias esquisitas, mas outros afilhados de Fidel Castro persistem embora à firme à rejeição capixaba.

 

Na vida, tudo se acaba e o mais fugaz é o tempo. Quando menos pensarmos, terminará o mandato do sr. Renato Casagrande e vamos ver que destino daremos a ele e à sua equipe.

 

Estamos assistindo a tragédia que foi sua administração. Aliás, em termos de tragédia administrativa não precisamos retroceder muito no tempo. Cada inquilino temporário do Palácio Anchieta, de uns tempos para cá, tem sido uma tragédia. Como brincam com os recursos públicos! O que é mais interessante é como permitimos que nos enganem, como essa gente traí companheiros, vejam o caso do ex-senador Ricardo Ferraço, marginalizado pelo então governador Paulo Hartung, com medo de fazer-lhe sombra. Agora, vai assumir a presidência do DEM e deve ser o candidato ao governo do Estado. Pelo menos nos resta a esperança, ver uma pessoa responsável assumir o governo do Espírito Santo, onde temos assistido uma sucessão de grotescas figuras autocráticas, um tanto ou quanto despreparados, com desejo de se perpetuarem no poder, querendo impor uma figura de reis, sábios, bajulados por esquerdopatas imbecís, achando que o povo é besta.

 

Primeiro de Maio de 2021 vai ficar na história do Brasil. Precisamos que o presidente Jair Messias Bolsonaro seja suficiente corajoso, perspicaz, para aproveitar a oportunidade que estamos lhe dando.

 

 

 

 

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo



« Recentes   2516 2515 2514 2513 2512 2511 2510 2509 2508 2507   Anteriores »