Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



Falando "grego"

05/03/2021

 

Quando nosso interlocutor não está entendendo nada do que estamos falando, costumamos perguntar ao incrédulo: “Estou falando Grego? “

 

Coisa de populista, governante analfabeto e candidatos a ditadores, os que imaginam que o Estado deva ser o depósito de “servidores” inúteis. O sistema público brasileiro tem 62% (União, Estados e Municípios) de servidores públicos a mais do que o número necessário, além da massa de aposentados com proventos integrais, em torno de 8 vezes superior ao salário de um trabalhador da iniciativa privada trabalhando. Não estamos falando na maldição do valor que recebe um trabalhador aposentado pelo INSS. Sem comentários.

 

Será que estou falando Grego?

 

Como vamos sair desse atoleiro da mediocridade brasileira, em detrimento das mudanças em todo mundo.

 

Será que não tem um jeito de se enviar toda essa gente burra para um reformatório, um jardim de infância, para ao menos aprender a ler?

 

Como, governantes os mais mergulhados na burrice promovam com tanta facilidade concursos públicos para atulhar repartições de inutilidades?

 

É muito difícil o país sair desse atoleiro de burrice. Será que não enxergam que a tragédia nacional é a burrice do seu povo e a incapacidade gerencial dos governantes?

 

Continuo falando Grego.

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo

A dana dos nmeros.

04/03/2021

 

“Você só aprende lendo, estudando. No meio daquela molecada você está propenso a ser, em futuro próximo, mais um jogador de futebol; um estivador; um soldado de polícia e, na melhor das hipóteses, um carroceiro”. Dizia meu pai.

 

Segundo dados reunidos pelo Our World in Data, 56 milhões de pessoas morrem por ano no mundo, por vários tipos de doenças e acidentes. Nascem, em torno de 1,8% por ano.

 

Com a pandemia causada pela presença do coronavirus, as estatísticas apontam que, no mundo, faleceram 2.360.280 até o dia 12/02/2021. No Brasil até 24/02/2021, 250.036 mil óbitos e no Espírito Santo, 6.362 óbitos até 25/02/2021.

 

Outros estudos apontam: Em termos demográficos, a população mundial é o total de humanos atualmente vivendo no planeta Terra. Estima-se que a população global chegou a 7,8 bilhões, em julho de 2020. As Nações Unidas estimam que a população humana chegará até 11,2 bilhões em 2100.

 

A população mundial continua a crescer desde o fim da grande fome de 1315-1317 e da Peste Negra em 1350, quando chegou a 370 milhões. Uma alta no crescimento populacional (de 1,8%) foi reportado entre 1955 e 1975, chegando a 2,06% entre 1965 e 1970. Este crescimento caiu para 1,18% entre 2010 e 2015 e é projetado que chegue a apenas 0,13% no ano de 2100. O número de nascimento anuais chegou a um dos seus ápices na década de 1980 com mais de 139 milhões de nascimentos, e é esperado que nos, próximos anos o número de nascimentos gire em torno dos 135 milhões (como foi reportado em 2011), enquanto o número de mortos fique em torno de 56 milhões por ano e deverá crescer para 80 milhões até 2040. A população humana na terra chegou a 7 bilhões em 31 de outubro de 2011, de acordo com o Fundo de População das Nações Unidas, ou em 12 de março de 2012, de acordo como Departamento do Censo dos Estados Unidos.

 

Em 2012, as projeções da ONU indicam que a população mundial continuará a crescer em número cada vez menor no futuro previsível; é esperado que a população humana chegue entre 8,3 e 10,9 bilhões em 2050. Outras estimativas mostram números menores, com um estudo de 2014 afirmando que população humana irá variar entre 9,3 e 12,6 bilhões até 2100, e continuará crescendo. Muitos analistas questionam a sustentabilidade de uma população cada vez maior, observando o impacto humano no meio ambiente, no suprimento global de comida e a falta de recursos energéticos. Outros negam esta visão pessimista, afirmando que novas técnicas de agricultura e o desenvolvimento tecnológico (além de muitas áreas ainda abertas para agricultura) podem suportar o crescimento populacional. Além disso, a população humana vai continuar a crescer, mas em um ritmo cada vez menor, principalmente devido ao melhor acesso a meios contraceptivos, melhorias na qualidade de vida e melhores oportunidades econômicas para mulheres.

 

Estima-se que o total de humanos que já viveram na Terra gire em torno de 106 a 108 bilhões.

 

Mas, o que dificulta meu raciocínio é que a enciclopédia diz que em torno de 56 milhões de pessoas morrem por ano, de variadas doenças no mundo. Por que alardeiam tanto sobre os números dos que morrem de coronavirus? Os portadores de doenças diversas, guerras, desastres, suicídios, pararam de morrer?

 

Vou ler mais para entender.

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo



« Recentes   2481 2480 2479 2478 2477 2476 2475 2474 2473 2472   Anteriores »