Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



De volta a Araguaya.

12/09/2020

 

Em atenção a um convite do empresário Ademir Dadalto, fui dar com os costados em Araguaya (assim mesmo, com ípsilon), município de Marechal Floriano, onde uma leva de imigrantes italianos se alojou num dos recantos mais bonitos que tenho visitado.

 

Ao fazer o convite, o sr. Dadalto não disse nada sobre as surpresas que iriamos encontrar ali, naquela comunidade italiana que mantém quatro museus, onde estão retratados todos aspectos da colonização da região com seus habitantes, uma impressionante história viva, até de um notável empresário que montou ali, uma importante fábrica de utensílios agrícolas, sob a marca LP, que hoje é tocada pelo seu filho, que até exporta os produtos que fabrica, de importante precisão e acabamento.

 

Se o caro leitor se dispuser visitar Araguaya vai dizer que a pequena cidade, arrumada como se fosse um presépio, acabou de ser varrida naquele instante, pela beleza de seus jardins, de suas ruas, da igreja sobre um pequeno monte, no centro da cidade.

 

Na hora do almoço, fomos para um restaurante de comida típica italiana, mas típica mesmo, surpreendentemente gostosa, que poucas pessoas sabem como temperar daquele jeito.

 

Estamos criando um grupo dentro do SESC, com os largos conhecimentos do Marcelo Bethônico, da competente Tatiana Chafim, Elvira com sua impressionante versatilidade em marketing  para montarmos uma política de incentivo à cultura, principalmente pegando carona nos grupos folclóricos de Domingos Martins, Araguaya, Santa Teresa, Santa Maria de Jetibá, um programa de apresentações, através do Centro Cultural do SESC, onde D. Rita Sarmento, com sua formidável experiência vai ser a responsável pela organização e apresentação dessas atividades.

 

Eu lamento profundamente que o tempo que me resta não permite que ingresse em nova aventuras, mas qualquer pessoa se sentiria imensamente feliz se pudesse morar em Araguaya, conviver com aquela gente alegre, expansiva, carinhosa, profundamente agradável, simples e respeitosa.

 

Um homem que marcou muito minha vida, me deu grandes conhecimentos, fui seu aluno no Ginásio Brasil, no meu São Mateus, o monsenhor Guilherme Schmitz, quando foi brutalmente hostilizado, na minha terra, porque suspeitaram de sua condição de alemão para taxa-lo de espião nazista, foi veementemente defendido pelo meu pai, um ateu, única pessoa na cidade que se levantou contra a ira da maldade. À noite, perante uma multidão, ele teve a grandeza de dizer o quanto ele amava São Mateus e seu povo (não sabia que tempos depois seria expulso da paróquia pelos comunistas combonianos que tomaram conta do local, através de um bispo que também era um comuna de marca maior, dizendo o seguinte: “Amo São Mateus e seu povo. Não importa a nossa descendência. Onde escolhemos para viver, se somos felizes, esta é a nossa terra.”

 

É preciso que levantemos a história desses povos, dessas cidades, formando uma corrente turística para transmitir cultura, conhecimentos, histórias, folclore, como um empresário chega ali, há um século, monta uma fábrica de implementos agrícolas, para dar emprego, e atravessa os anos fazendo o bem.

 

Visitem Araguaya, saboreiam uma galinha com polenta e continue voltando sempre.

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo

Brincando com o povo.

11/09/2020

 

 

Tem pessoas que adoram ouvir elogios; tem pessoas que gostam de ser enganadas. Tem os que não gostam de ouvir elogios, porque muitas vezes fazem parte de amizades ou de pura hipocrisia. Os hipócritas, às vezes, te elogiam ou bajulam com o firme propósito de se aproveitarem de sua bondade, ou pelo “lirismo” da sua ignorância em pensar que os elogios são merecidos. Não se deixem iludir.

 

Pelo que ouço, vejo, participo até de reuniões, as próximas eleições para prefeitos e vereadores serão uma tragédia para a maioria que está no poder e passou o período fazendo o eleitor de besta. Tem até enfeitados, por partidos fracassados, com o PT e o PSDB que, à falta de nomes capazes de enfrentar a odisseia das urnas, lançam figuraras, João Coser e Luiz Paulo Vellozo Lucas como se eles tivessem cumprido o que prometeram em campanha ou, e provocaram tragédias administrativas. Quando assisto o formidável João Coser, ex-prefeito de Vitória, pelo PT, pedindo esmola, estendendo a mão à caridade pública, pedindo ajuda para a campanha política, para voltar à prefeitura de Vitória, fico imaginando com meus botões: esses caras são ingênuos? Como, são burros por circunstâncias ou imaginam que o povo é esquecido?

 

Acho o prefeito de Vitória, Luciano Rezende, em fim de mandato, fazendo publicidade para eleger, como seu sucessor, o deputado Fabricio Gandini e, para vice-prefeito Nathan Medeiros, homens de confiança do governador Renato Casagrande, de um primorismo indecente. Será que Casagrande e Luciano têm prestígio para eleger alguém.

 

O eleitor brasileiro vai partir para mudanças. É preciso que candidatos a prefeito e vereador sejam bons de verdade. Vem aí uma nova exigência, que o político não está esperando, ele não tem mais condições de enganar, de prometer fazer até escada rolante para a Lua, transformar os armazéns do Porto de Vitória numa sucursal de Puerto Madero, de  Buenos Aires, Argentina, reformar os mercados, túneis, pontes, viadutos, ciclovias para bicicletas fantasmas, um monte de embustes, e termina o mandato deixando a cidade em piores condições do que recebeu.

 

Candidatos apoiados por Casagrande, Luciano, Paulo Hartung e outros, que já morreram politicamente e esqueceram de enterrar, não se elegerão. A vez da desforra será agora.

 

Terminado seu mandato na prefeitura de Vitória o sr. Luciano Rezende vai ser secretário dom governador Casagrande. Ótimo, eles se merecem...

 

Vai se eleger prefeito de Vitória quem tiver a política mais afirmativa, quem prometer realizar obras que sejam exequíveis, necessárias, de serem executadas, que irão beneficiar a coletividade.

 

Chegou a vez de enterrar os promesseiros.

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo



« Recentes   2394 2393 2392 2391 2390 2389 2388 2387 2386 2385   Anteriores »