Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



O chuchu e as mscaras.

15/10/2021

 

Num supermercado da Ilha de Vitória numeroso grupo de pessoas se aglomerava em torno de uma gôndola de verduras, onde predominava o chuchu, que era vendido a R$ 4,90 o quilo e, ao lado, cenouras a R$ 1,10.

 

Perguntado do porque o disparate no preço do alimento, um atendente do supermercado informou que se transformara no produto mais desejado, porque prevenia as pessoas de serem contaminadas pelo coronavirus.

 

O presidente Jair Messias Bolsonaro, por ter falado das propriedades do quinino no combate (inoculação) ao CORONA-19, tem sido “apedrejado” pela mídia comunista e até o responsabiliza pela morte de 599.414 por coronavirus.

 

Não sei de onde surgiu essa história do chuchu servir para o combate ao coronavirus, muito embora seja um excelente alimento, muito rico em potássio, para quem quer emagrecer. É uma beleza salada de chuchu, ou um cozido com ovos, como a Maria sabe fazer lá em casa, como mais ninguém, mas, por R$ 4,90 o quilo?

 

Vários países, estados brasileiros começaram a suspender as exigências para o uso das máscaras e, no estado do Espírito Santo, dizem, “as autoridades estudam” a retirada delas nas chamadas áreas públicas.

 

O negócio é que o Brasileiro vai acabar com essa palhaçada do uso de máscaras, no carnaval. Nenhum folião vai resistir pular com aquele lenço, pano fedorento no nariz, fruto de sua própria respiração, as vezes com um mal hálito infeliz, coisa de imbecil.

 

É interessante como é fértil a mente humana com suas invenções. O granjeiro, vendo sua safra de chuchu crescer, viu um atravessador criar naturalmente as “propriedades” terapêuticas do chuchu no combate ao coronavirus e, os fabricantes de máscaras se apegam à burrice de certas autoridades para insistir na permanência do seu uso e até surgiu prefeitos, vereadores, deputados, governadores com projetos para instituírem a obrigatoriedade do uso de máscaras, de forma permanente.

 

Que bom! Vai ser melhor para derrubarmos essa gente ordinária do poder no próximo pleito.

 

 

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo

Desculpas esfarrapadas.

14/10/2021

 

Deu na CNN (em espanhol), notícia sobre pedido de desculpas do Papa Francisco à família francesa pela “violação” de 200.000 (duzentos mil) menores por clérigos da Igreja Católica na França.

 

Desde os primórdios de sua criação, a “Santa Madre Igreja” foi um antro de devassidão e a coisa caminhou, com apoio de parcela da sociedade rica na campanha de perseguição aos que lhe eram contrários, com a criação do Tribunal do Santo Ofício, um dos processos inquisitoriais mais infames da história da humanidade.

 

Não foi a “humildade” do Papa Francisco que o forçou vir a público com pedido esfarrapado de desculpas. Foi a pressão das famílias dos menores que recorreram à Justiça Francesa com objetivo de punir tais culpados.

 

Hão de dizer, alguns, que não é culpa da religião a existência de clérigos tarados. É sim. Faz parte do catolicismo de esconder atrás de uma cortina de “fumaça” para iludir a boa fé pública, a figura de clérigos como santos fossem!

 

A preservação do celibato na Igreja Católica é o principal mecanismo de esconder uma religiosidade que não existe. A sexualidade existe em todo ser vivo, muitos degenerados, aproveitadores, imorais e que se escondem, umas através das feitiçarias, terreiros os mais diversos, fruto da desgraça das nações africanas e, por último, os encastelados em palácios formados por igrejas as mais suntuosas, fingindo que aquela fantasia faz parte dos reinos dos céus... Vez por outra surgem os patifes apelidados de João de Deus. Porca miséria...

 

O brasileiro, por tradição, lê pouco. Seria bom, aconselhável, que todos alfabetizados lessem “A enganosa ideia da onisciência, onipresença e onipotência de Deus”, de autoria do professor Gelcilio Coutinho Barros. Natural de Vitória, Espírito Santo onde veio ao mundo em 1942, médico diplomado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Mestre e Doutor pela Universidade Federal de Minas Gerias. Professor titular aposentado na disciplina Parasitologia, da UFES, uma figura de inteligência brilhante, sintético no que diz, sem rebuscados, esse notável professor mostra com clareza absoluta como tudo na religiosidade é enganosa. Parabéns.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo



« Recentes   2593 2592 2591 2590 2589 2588 2587 2586 2585 2584   Anteriores »