Ver Histórico



Procurar




  


Newsletter

Nome
  
E-mail
  




Links



Como surgiu Bolsonaro.

29/07/2018

 

Um fato novo, mas não tanto novo, vem ocorrendo na política nacional, com a pontuação em primeiro lugar das preferências do deputado Jair Bolsonaro que, de modo próprio, sozinho, vem combatendo, de forma sistemática, os governantes petistas, batendo de frente com destemidos defensores de Lula e Dilma, colocando a nú as diabruras que essa gente sem escrúpulos faz no Brasil, destruindo tudo que encontra pela frente.

 

Se não surgisse, pelas direitas, a figura do deputado Bolsonaro, o que é que estaria acontecendo na política nacional? Sem freios, a polícia desceria morro abaixo ao sabor das más política e justiça. A Justiça Eleitoral (um negócio que só tem no Brasil) é simplesmente uma piada.

 

Todo ano, numa catilinária indecente, a Justiça Eleitoral elabora novos regulamentos eleitorais, novas leis, novas súmulas, sei mais o que, com o intuito de encher o saco e deixar as coisas caminharem pra serem solucionadas, quando são, no final do mandato do cara que não podia ser eleito, mas se elegeu e quer não perdeu o mandato, conforme se suponha, tipo semelhante ao ocorrido com o prefeito eleito de São Mateus, um tal de Açaí, que distribuiu água de graça com o eleitorado quando a água que era distribuída à população estava salobra, dando diarreia nos que a bebiam, fazendo com que o candidato Açaí, penalizado, enchesse seu carro pipa com água da bica e distribuísse de porta em porte da população.

 

Cassado pelo Tribunal Eleitoral, não sei que jeito deram que ele continua no mandato, pelo menos  até ontem e, pelo andar da carroça, permanecerá até final do mandato e, olhem lá, se não se eleger futuro governador, fazendo concorrência com a Cesan...

 

A falta de candidato para concorrer com Casagrande, pelo menos sem ligações com o passado de corrupção que assola nossa política, se não ocorrer tumulto pré ou pós eleitoral, o sr. Casagrande será o futuro governador.

 

Com mais de 40 siglas e outras tantas aguardando registro, o Brasil é carnavalesco até com coisas sérias. Como se pode imaginar que um povo, incapaz de votar bem, possa ter juízo perfeito diante da aberração das quarenta e muitas siglas?

 

A vantagem da candidatura do sr. Jair Bolsonaro é porque ela é única, enfrenta o chamado sistema desmoralizado de governo que existe e que todos almejam vê-lo pelas costas. Acredito que vamos assistir a maior varredura de candidatos para a lata de lixo. Tomara que a maioria do eleitorado seja acometida de vergonha e vote no melhor. Não votar é um erro e só irá favorecer os incapazes.

 

A pior coisa é o remorso...

 


Imprimir | Enviar para um amigo

Malucos beleza I

28/07/2018

 

Vencer pela teimosia, é o que promete o homem mais rico do mundo, empresário americano, Jeff Bezos, fundador da Amazon (comércio eletrônico) e da Blue Origin (aeroespacial, que pretende criar uma espécie de “colônia na Lua”), afirmando: “A Terra não é um lugar muito bom para trabalharmos com indústria pesada. Ela é conveniente por enquanto, mas, num futuro não muito distante, estou falando de décadas, talvez 100 anos, deverá ser mais fácil realizar no espaço a maioria das coisas que hoje fazemos na Terra”.

 

Outro maluco beleza é o milionário Igor Ashurbeyli, que quer criar uma comunidade no espaço, de 150 milhões de habitantes em 10 anos e planeja criar “arcas espaciais” com gravidade artificial, onde os seres humanos poderiam viver permanentemente no espaço. “Este dia certamente será registrado nos anais dos maiores eventos da história da humanidade”.

 

Asgardia, em homenagem a Asgard, um mundo no céu, na mitologia nórdica- diz que seus cidadãos agora vivem em mais de 200 países do mundo, superando 193 Estados- membros das Nações Unidas. Tornar-se um cidadão online do reino é gratuito.

 

Asgardianos agora pagam uma taxa de associação anual de 100 euros (R$ 442,00). O reino planeja arrecadar impostos sobre as empresas e sobre a renda, que, segundo o reino, serão muito baixos. “ Sou o responsável pelo seu financiamento, junto com vários outros doadores que são cidadãos de Asgardia”, disse Igor Ashurbeyli.

 

Dizia um sujeito lá no meu São Mateus que, pode quem quiser duvidar, mas os discos voadores existem e que eles surgem, de tempos em tempos por nossos céus, principalmente nos meses de setembro, aos bandos, mas, os que já viram, ao relatarem suas histórias são tomados por malucos beleza, pela incredulidade.

 

O Universo anda sendo vasculhado por curiosos e estudiosos, para ver o que ele tem de mistério. Vez por outra surge alguém informando que descobriu um satélite semelhante em mais ou menos tudo que existe na terra e, acreditam alguns, com uma civilização mais avançada. Como?

 

Pelo menos, em matéria de maluquices não estamos sós, no mundo... Tem os que, como o homem da Amazon, Jeff Bezos, tido como o homem mais rico do mundo, que pensa investir seu capital criando uma colônia na Lua, mas daqui há uns 100 anos, quando todos que estão vivos hoje, desaparecidos. Nem 1% sobreviverá para contar histórias.

 

Seja lá como for, se o sujeito estiver pensando como gastar seu dinheiro, sem apanhar nenhum tostão no caixa da Petrobras ou de instituições, terão como caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, BNDES, etc, está tudo bem. Vamos ver até lá, 100 anos, como fica tudo!

 

 


Imprimir | Enviar para um amigo



« Recentes   2005 2004 2003 2002 2001 2000 1999 1998 1997 1996   Anteriores »